Entenda por que espirramos

clinipam-plano-de-saude-porque-espirramos
Alguns são escandalosos, outros quase imperceptíveis. Alguns são barulhentos, outros são baixinhos. Cada um faz de um jeito. E, independentemente de como você faça, ele é uma realidade na vida de todos. Sim, estamos falando do espirro. Você sabe por que isso acontece? Nós te contamos.

É bem simples, na verdade. O espirro nada mais é do que a forma que o corpo encontrou de nos livrarmos de pequenas sujeiras que irritam o interior do nariz ou dos pulmões. É um jato de ar que é empurrado pelo nariz e pela boca levando consigo tudo o que está em seu caminho. Ou seja, impurezas e sujeiras.

Planejando a gravidez

clinipam-plano-de-saude-planejando-gravidez
A gravidez é um dos momentos mais aguardados por casais de todo o mundo. É o momento de se preparar para receber mais um membro na família e aproveitar toda a alegria e empolgação que ele proporcionará antes mesmo de nascer. Mas, para tanto, é preciso se atentar a algumas dicas e cuidados que farão toda a diferença durante a gestação.

Nos primeiros três meses de gravidez, evite álcool. Completamente. É possível voltar a beber, com moderação, entretanto, após esses três meses. Lembre-se apenas de que tudo o que você consome é repartido com o bebê. Portanto, seja responsável. Cigarros, por outro lado, estão completamente fora de questão, pois afetam o bebê em todas as fases da gravidez, podendo causar complicações sérias. E, durante esses primeiros três meses, evite, além disso, quaisquer substâncias químicas na corrente sanguínea, como tintura para cabelos, por exemplo.

Dia Internacional da Hanseniano

dia hanseniano
Na última sexta-feira, dia 24, atentamo-nos para uma doença que, infelizmente, ainda causa certo receio e preconceito por parte de muitas pessoas: a Hanseníase. Para desmitificar alguns pensamentos e visões errôneas sobre o assunto, portanto, o post de hoje explicará o que é a doença, suas causas e que, sim, há tratamento contra este mal.

Também conhecida como lepra, por alguns, a Hanseníase é um doença infecciosa que atinge a pele e os nervos, causando manchas avermelhadas ou brancas, caroços e placas, perda de sensibilidade, fisgadas, dormências nas extremidades, formigamento e dores nos nervos do braço, pernas e pés.

É causada pela bactéria Mycobactrrium Leprae, que é transmitida de pessoa para pessoa por meio do ar (eliminação de germes por parte do portador e inalação do outro indivíduo) e contato direto (é necessário ser um contato prolongado). A maioria das pessoas, entretanto, acaba não manifestando a doença e a elimina por meio de suas defesas imunológicas.

Entenda por que ficamos vermelhos quando sentimos vergonha

plano de saude-clinipam-vermelho-vergonha
Imagine-se na seguinte situação: você é chamado em uma sala de espera repleta de pessoas. Ao levantar-se, dá alguns passos e, então, tropeça e dá de cara no chão. É, não parece muito agradável, não é? A sua reação voluntária será, provavelmente, levantar-se e tentar ignorar o que acabou de acontecer. Sua reação involuntária, por outro lado, será algo que acontece muito com quem passa por uma situação vergonhosa: ficar vermelho. Mas, por que isso acontece, afinal?

Segundo o professor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Elson Romeu Farias, em entrevista ao portal de notícias do Terra, a vermelhidão em situações como a descrita acima é uma resposta do nosso corpo. O que ocorre é que os batimentos cardíacos aumentam, causando uma intensa elevação da pressão arterial decorrente da descarga adrenérgica. Ou seja, o corpo percebe que algo não está certo e envia sangue demais ao cérebro em uma tentativa de autopreservação.

Esse ruborescer pode durar minutos ou horas, de acordo com o professor, dependendo da necessidade do corpo. A dilatação dos vasos sanguíneos também pode provocar calor, mas não em todos. Aliás, nota-se que algumas pessoas não ficam vermelhas em situações de vergonha. Isso porque conseguem, de alguma forma, disfarçar bem o sentimento. No entanto, ainda não se sabe como ou por quê.

Todavia, se você é um daqueles que fica todo corado quando algo vergonhoso acontece, não esconda-se. Afinal, vermelho ou não, a maior vergonha de todas é deixar de ser quem você realmente é.

Como saber se estou com depressão

plano-de-saude-depressao
Doença que caracteriza o estado de humor da pessoa, deixando-a com um forte sentimento de tristeza e melancolia. Esta é a definição deste mal conhecido como depressão. E, sim, a depressão é uma doença. E muitos são os fatores que podem contribuir para o seu aparecimento e desenvolvimento. E são eles o tema do nosso post de hoje.

Quando o indivíduo se encontra em um estado depressivo, há alterações químicas no cérebro, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. E isso deve-se a fatores genéticos (predisposição), somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos.

Sentimentos de tristeza, desesperança, desânimo e angústia estão entre os principais sintomas da depressão, mas males como irritabilidade e raiva também podem fazer parte do diagnóstico. Cansaço extremo, desinteresse, falta de motivação, apatia, insegurança, pessimismo, insônia e baixa autoestima completam o quadro de quem sofre, literalmente, com a depressão.

A boa notícia é que há, sim, tratamento contra a depressão. Atualmente, existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Todos não viciantes. Alguns pacientes, entretanto, precisam de tratamento contínuo durante toda a vida para evitar que crises depressivas levem-nos a tomarem decisões extremas. E, além dos remédios, há a terapia, que visa a reestruturação psicológica e o alívio no que se refere ao estresse, que pode agravar o quadro depressivo.

Conheça os sintomas da labirintite

sintomas-labirintite
A labirintite é caracterizada por uma desordem (afecção) que compromete o equilíbrio e, em alguns casos, a audição. Isso porque afeta os labirintos, que estão localizados dentro do sistema vestibular, órgão responsável pelo equilíbrio. Entretanto, é chamada de labirintite de forma equivocada, pois não representa todas as complicações com as quais o labirinto pode sofrer.

Manifesta-se com mais frequência por volta dos 40 ou 50 anos de idade e pode ser causada por vírus, infecção por bactéria, lesão na cabeça, alergia ou reação a certos medicamentos. Ou, ainda, por alterações no organismo, como o aumento dos níveis de colesterol, triglicerídeos e ácido úrico, que podem interferir nas artérias, reduzindo a circulação de sangue em áreas do cérebro e do labirinto.

Dentre os principais sintomas causados por este mal, encontramos as náuseas, as vertigens, a tontura e o desequilíbrio, a ansiedade e o nistagmo (movimento involuntário dos olhos). Portanto, se alguns destes sinais aparecer ou persistir, consulte um médico o quanto antes.

É importante ressaltar também que, caso você esteja com labirintite ou queira se prevenir dela, é importante atentar-se a algumas dicas. Evite ingestão de álcool, fumo, situações de cansaço elevado, estresse e o uso de medicamentos sem prescrição.

Para diagnosticar a labirintite, é necessário realizar um exame físico e outro neurológico, pois um exame no ouvido pode não detectar o problema.

A grávida pode comer e beber durante o trabalho de parto?

gravidas-comer-parto
De 8 a 12 horas. Este é, em média, o tempo que o trabalho de parto pode levar caso a mulher esteja dando à luz ao primeiro filho. E, apesar de a segunda ou terceira vez serem um pouco mais rápidas, o processo ainda é longo. Longo o suficiente para que as mulheres sintam cansaço, fome e sede durante o procedimento. E, neste ponto, surge uma dúvida recorrente ao longo da gravidez: é possível consumir alimentos e bebidas durante o trabalho de parto?

A resposta é sim, mas não em todos os casos. Antigamente, os médicos recomendavam o jejum completo e, durante o trabalho de parto, as mulheres recebiam apenas nutrientes como glicose e potássio por meio de soro. No entanto, esta prática impedia que as grávidas pudessem desenvolver energia suficiente para receber visitas, caminhar ou até tomar um banho, para relaxar durante o processo.

Além disso, a falta de alimentação interfere na movimentação do bebê e, inclusive, pode confundir o resultado da cardiotocografia, que é o exame que mede o desempenho e os batimentos cardíacos do feto, explica o obstetra Walter Banduk, do Hospital São Camilo (SP), em entrevista à revista Crescer, da Globo.

Todavia, em caso de cesárea eletiva (agendada previamente), ainda é recomendado que a gestante permaneça em jejum ou se alimente apenas com líquidos por 12 horas. Isso porque, como haverá uma cirurgia, a alimentação oferece riscos à aplicação da anestesia. Neste caso, ao receber o medicamento, a grávida pode ter queda de pressão, náusea e vômitos.

No parto normal, por outro lado, é possível se alimentar, mas apenas com bebidas e comidas leves e de fácil digestão. A recomendação é que as gestantes optem por alimentos ricos em carboidratos, como pães, sopas e frutas. Quanto as bebidas, água e sucos naturais são a escolha certa.

Cada médico, entretanto, possui dicas específicas sobre o assunto. E há quem prefira o jejum total. Portanto, discuta o assunto com seu obstetra.

Por que bocejamos ao ver outras pessoas bocejarem?

bocejo-bocejar-plano-de-saude

Já parou para reparar que, inevitavelmente, quando uma pessoa boceja em um lugar cheio de pessoas, uma reação em cadeia de bocejos se inicia? É incrível como o simples ato de abrir a boca pode ser tão contagioso. E, mais incrível ainda, é pensar sobre o motivo. Bem, nós descobrimos algumas possíveis explicações.

Primeiramente, uma das hipóteses mais aceitas sobre o que seria o bocejo, segundo o fisiologista Raúl Santo de Oliveira, da Universidade Federal Paulista (Unifesp) em entrevista ao portal de notícias do Terra, é a de que ele é apenas uma ação involuntária que o corpo realiza para nos deixar despertos e atentos.

Durante a ação, com a abertura maior da boca, é permitida a inalação de uma considerável quantidade de ar. Os pulmões, então, devido a inspiração, são expandidos, os músculos abdominais são flexionados e o diafragma é contraído. O ritmo dos batimentos cardíacos também é elevado em até 30% em decorrência do ato de bocejar.

Porque o nariz escorre quando choramos?

choro-nariz-plano-de-saude-secrecao

Como se já não bastassem as lágrimas, os soluços, a vermelhidão e a sensação nem sempre agradável, o choro ainda tem mais uma carta na manga que adora utilizar quando estamos nos desfazendo em água: a secreção nasal. Ou, em outras palavras, nosso nariz começa a escorrer.

Tudo devido a produção maior de acetilcolina, um neurotransmissor que eleva a quantidade de secreção nasal quando choramos. Liberadas pelo sistema nervoso parassimpático, as lágrimas promovem uma produção maior de secreção, causada pela mucosa nasal. Esta secreção, por sua vez, é formada por muco e por um fluído denominado transudato seroso.

Neste processo, a intensa produção de acetilcolina ainda diminuí o ritmo cardíaco, dilata as pupilas, aumenta a salivação e o diâmetro dos vasos sanguíneos. O nariz, por causa desses fatores, incha, dificultando a passagem do ar. A secreção e o inchaço, aliados, portanto, entopem o nariz.

Por que o homem não tem celulite?

_anticelulite_celulite_plano_de_saude

As temidas celulites são, na verdade, denominações populares para depósitos de gordura e tecido fibroso que causam irregularidades na pele. Não é, de forma alguma, doença, e, sim, uma maneira natural do organismo armazenar gordura. É encontrada, principalmente, nas coxas, bumbum e barriga. Tanto de mulheres quanto de homens. Sim, homens também possuem, ao contrário do que muitos pensam.

No entanto, segundo estudo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, apenas 20% dos homens sofrem com as marcas da celulite. Com as mulheres, por outro lado, este índice sobe consideravelmente. Cerca de 99% das mulheres apresentam celulite após os 30 anos.

Esta notável diferença se dá devido a duas razões. Ambas relacionadas aos hormônios. As mulheres produzem estrogênio e, por isso, retém mais líquido, o que causa uma variação de peso maior. Isso considerando que a celulite nada mais é do que excesso de gordura.