Entenda as doenças circulatórias e saiba como preveni-las

doencas-circulatorias

No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 4,2% (6,1 milhões) de pessoas de 18 anos ou mais de idade tiveram algum diagnóstico médico de alguma doença do coração em 2013 e 1,5% referiu diagnóstico de AVC ou derrame, representando, aproximadamente, 2,2 milhões de pessoas de 18 anos ou mais de idade, no mesmo ano – último em que o IBGE realizou a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS).

AS DOENÇAS CIRCULATÓRIAS MAIS COMUNS

As doenças circulatórias podem ser divididas em três grupos: as venosas, mais conhecidas como varizes; as doenças do sistema circulatório dos vasos linfáticos, caracterizadas por inchaços em alguns membros do corpo, principalmente os inferiores, como pernas; e, por fim, as doenças circulatórias arteriais, que são dividas em dois subtipos – periféricas (formam-se placas nas paredes das artérias) e aneurismáticas (a parede arterial dilata porque é muito frágil).

Entenda a gastrite e veja como preveni-la

gastritePara entender a gastrite, lembre-se de algum episódio em que você comeu algo que não caiu bem no estômago. Sabe aquela sensação estranha, como se fosse uma queimação? Pois é, esse é um dos sintomas da gastrite.

Segundo o gastroenterologista da Rede Clinipam, Dr. Nicolau Czeczko, há dois “tipos” de gastrite: a aguda e a crônica. A aguda ocorre de uma hora para outra por conta do uso de alguns medicamentos, como corticoides e anti-inflamatórios; estresse físico e psíquico; consumo exagerado de bebida alcoólica; e, por último, por causa da ingestão de substâncias ácidas corrosivas.

Conheça os sintomas da depressão e veja como combatê-la

depressaoO médico e apresentador Drauzio Valella definiu a depressão como a “tristeza quando não acaba mais”. Só que diferente da tristeza, comum a qualquer ser humano, a depressão, que afeta mais de 350 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pode levar ao suicídio.

A cada ano, cerca de um milhão de pessoas tiram a própria vida por conta da depressão. Para se prevenir e não deixar que o sentimento ruim assole sua mente e seu corpo, o ideal é entender quais são os sintomas da doença, como identificá-la, quais são os tratamentos existentes, entre outras informações.

Novembro azul, mês de conscientização pela prevenção do câncer de próstata

novembro-azulDepois do Outubro Rosa, mês com foco na prevenção do câncer de mama, é a vez do Novembro Azul. É o momento de conscientizar os homens sobre a importância e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Por isso, neste mês, diversas instituições farão campanhas sobre a doença. O Movimento Novembro Azul surgiu na Austrália, em 2003, época em que se iniciaram as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado no dia 17 de novembro.