Semente de chia, poderosa aliada da saúde.

semente-de-chia

Extremamente saudável, a chia é ainda um complemento perfeito em diversas receitas

Poderosas fonte de fibras, antioxidantes, cálcio e ômega 3, as sementes de chia merecem a atenção de todos que fazem questão de manter uma vida saudável.

Não é a toa que, Christopher McDougall, jornalista formado em Havard, corredor de ultramaratonas e autor do livro Born to Run, afirma que em termos de conteúdo nutricional, uma colher de chia equivale a uma combinação de salmão, espinafre e hormônios do crescimento humano.

chia-perda-de-peso

Mas não para por aí. Além de muito saudável, a chia tem um sabor suave e agradável, o que a torna perfeita em saladas, pães, sobremesas e até bebidas. O limite é a imaginação!

Por tantos benefícios, a chia será o tema da Cozinha Experimental do Centro de Qualidade de Vida da Clinipam, que acontecerá no próximo dia 13. Esta é uma oportunidade para os beneficiários da Clinipam conhecerem mais sobre essa poderosa semente e ainda aprenderem novas e saudáveis receitas.

O evento é gratuito, mas tem vagas limitadas e é exclusivo para beneficiários Clinipam. Interessados devem inscrever-se em Curitiba, na Avenida XV de Novembro, 556 – 1ºandar ou pelo telefone (41) 3021-2030.

Gripe H1N1 está de volta e exige cuidados

capa-gripe-h1n1

 

Ela assustou o mundo em 2009 e agora está de volta antes mesmo de começar o inverno. A gripe H1N1 já causou duas mortes este ano no Paraná, mas tem medidas simples de prevenção.

Originalmente conhecida como gripe suína, a Influenza H1N1 causou uma pandemia mundial em 2009 e voltou a circular este ano no Brasil, apesar de ainda não termos entrado na temporada de inverno, até então aquela em que o vírus se propagava. No Paraná ela já causou a morte de duas mulheres, ambas gestantes.

Mais do que nunca, essa informação chama a atenção para as medidas de prevenção, que são as mesmas tomadas contra a gripe comum.  Além disso, a gripe H1N1 e a gripe comum possuem os mesmos sintomas, porém na primeira eles são bem mais intensos e com risco maior de óbito. Assim, é preciso prevenir e, principalmente, procurar ajuda médica ao perceber qualquer sintoma intenso de gripe.

Confira a seguir alguns mitos e verdades sobre a gripe H1N1 elencados pela UNICEF:

mitos-e-verdades