Evitando Olheiras

As olheiras se formam quando os vasos sanguíneos aparecem através da pele abaixo dos olhos, por ser uma das áreas mais finas do corpo.

Na maioria das pessoas esse é o resultado de noites mal dormidas, o que faz com que o organismo mande mais sangue para manter a região ativa.

Mas se você tem sofrido com o problema, não se desespere. Existem meios de controlá-lo, como explica o dermatologista Paulo Freire em entrevista ao Terra. De acordo com ele, uma noite bem dormida pode auxiliar e muito na redução das olheiras. “Compressas de água fria local podem ajudar a amenizar o problema. Compressas geladas de chá de camomila também ajudam a melhorar o aspecto das marcas”, completa.

Neste caso, o ideal é usar as compressas ao redor dos olhos entre 5 a 7 minutos pela manhã ou até mesmo cremes específicos para o problema durante duas vezes ao dia. Também é recomendável o uso de pepinos gelados em fatias para amenizar inchaço ou escurecimento.

Vale lembra de que em alguns casos as olheiras são resultados genéticos e estão relacionados ao acúmulo de melanina na região dos olhos. Se esse for seu caso e você se sente incomodado, o ideal é procurar um dermatologista para indicar o tratamento mais adequado que ajude a diminuir a pigmentação da região.

Cinco fatos curiosos sobre a gestação

gravidaO período de gravidez é um momento de dedicação, superação e, por vezes, desconfortos, mas também é cheio de alegrias e curiosidades. Separamos alguns fatos que talvez você não soubesse que existiam. Vamos lá?

Papai grávido

Você sabia que é comum os futuros papais sentirem os mesmos sintomas que as futuras mamães? Sim, muitos deles têm enjoo, desejos de comer muito, dores nas costas e até cansaço.

Alimentos de origem vegetal ajudam a turbinar a saúde da flora intestinal

bacterias-intestinoVocê já deve ter ouvido falar que nosso organismo é composto, em média, por cerca de 70% de água, não é mesmo? Mas o que pouca gente sabe é que 90% (!) do nosso corpo é composto por células de micróbios. Ou seja, nós somos apenas 10% humanos!

Calma, não entre em pânico. Isso é, na realidade, muito bom. Acontece que parte desse tanto de micróbios forma a nossa flora intestinal, e é possível cultivá-los com determinados alimentos.