Alerta: mortes por obesidade triplicam no Brasil

clinipam-plano-de-saude-obesidade
De acordo com dados do Estadão Dados, que se baseou em números do Datasus, as mortes devido à obesidade triplicaram no Brasil em dez anos. Em 2011, o número chegou à marca de 2.930, o que representa um crescimento de 196% se comparado ao ano de 2001, quando foram registradas 801 mortes.

A pesquisa leva em conta todas as mortes relacionadas direta ou indiretamente à obesidade. Ou seja, males que provém do sobrepeso, como diabetes e câncer, por exemplo, também foram considerados, porém, só fizeram parte do estudo quando atestado que a obesidade gerou as doenças.

Segundo o presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), Mario Carra, as causas mais recorrentes de morte que envolvem a obesidade são doenças cardiovasculares, como acidente vascular cerebral (AVC) e enfarte. “Porém, ela também está relacionada a muitos outros problemas, como apneia do sono, insuficiência renal e vários tipos de câncer”, completa.

E, como aponta o Ministério da Saúde, o surto de mortes relacionadas à obesidade deve-se a alimentação. Atualmente, o consumo de produtos industrializados, repletos de açúcar e gorduras, é muito maior. O que resulta nos dados alarmantes da pesquisa.

Portanto, para evitar o problema, a dica é simples: boa alimentação. Refeições balanceadas e bem distribuídas. Este é o segredo que, diga-se de passagem, você não deve guardar apenas para você.