As 5 doenças que mais afetam as mulheres

doencasmulheres

O Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, comemorado no final do mês de março, relembrou a importância da saúde do sexo feminino. Por isso, nesta semana o blog da Clinipam preparou uma lista de algumas doenças que mais acometem as mulheres. É uma forma de você, mulher, se prevenir com mais afinco delas.

No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais da metade da população é formada por mulheres. Até 2030, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de um bilhão de mulheres vão ter entre 40 e 65 anos em todo o mundo.

Veja abaixo algumas das enfermidades que mais acometem as mulheres:

Câncer de mama

O câncer de mama é o tipo da doença que mais afeta as mulheres, de acordo com levantamento do Instituto Nacional do Câncer (INCA), do Ministério da Saúde. A enfermidade, que pode ser provocada por questões genéticas e outros fatores — como ingestão excessiva de álcool — pode ser diagnosticada com o exame clínico de mama.

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares, como enfarte e angina do peito, também são doenças frequentes no sexo feminino. Causadas por tabagismo, vida sedentária, obesidade e até estresse, esse tipo de enfermidade pode ser prevenido com mudanças de hábitos, principalmente na alimentação e na questão dos exercícios físicos. É importante realizar exames frequentes para verificar sua saúde cardiovascular.

HPV    

O papiloma vírus humano atinge cerca 360 milhões de pessoas no mundo e é considerada umas das principais causas de mortes de mulheres brasileiras. A prevenção e a realização de exames, como o Papanicolau e a colposcopia, são as melhores maneiras de se proteger contra a enfermidade.

Endometriose

A endometriose é caracterizada pelo acúmulo de sangue menstrual no abdômen. De acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Endometriose (SBE), ela responsável por 40% dos casos de infertilidade no país. A endometriose não tem cura, mas existem tratamentos que proporcionam melhor qualidade de vida às mulheres, incluindo a cirurgia. Alguns dos sintomas são sangramento intenso durante a menstruação, cólica forte e dor durante as relações sexuais.

Diabetes

O diabetes pode se manifestar de duas formas: o diabetes tipo 1, que costuma ocorrer na idade infantil e na adolescência e está ligado a uma auto-imunização do organismo às células beta do pâncreas. E o diabetes diabetes tipo 2,  que ocorre quando o corpo não consegue metabolizar de forma eficiente a insulina produzida.  O tratamento do diabetes tipo 1 consiste na aplicação diária de insulina. Já a do diabetes tipo 2 exige medicamentos que estimulem a produção de insulina e o façam funcionar melhor.

Veja também: TPM, causas e cuidados