Brasil contra o HPV

hpv

O Sistema Único de Saúde (SUS) incluiu a vacina contra o HPV (Papiloma Vírus Humano) no calendário nacional de vacinação. Desde março, por exemplo, 80% das 4,9 milhões de meninas de 11 a 13 anos – público-alvo – já tomaram a primeira dose. A segunda dose começou a ser distribuída em setembro.

O HPV é sexualmente transmissível e pode provocar câncer de colo de útero. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), quase 16 mil brasileiras serão afetadas em 2014 pela doença.

Para completar a proteção contra o HPV, a jovem deve tomar três doses da vacina. As duas primeiras já estão disponíveis em todos os postos de saúde do Brasil. A terceira tem de ser aplicada cinco anos após a primeira.

A vacina contra o HPV é quadrivalente. Ou seja: ela protege contra quatro subtipos de vírus: 6, 11, 16 e 18. Os subtipos 16 e 18, de acordo com o Ministério, são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo do útero; o 6 e o 11, por 90% das verrugas anogenitais.

Para saber mais informações sobre a vacinação, basta ir a uma unidade de saúde perto de sua casa. Não se esqueça de levar a carteirinha, ok?