Câncer de mama , uma reflexão sobre a própria vida

cancer-de-mama

Não é fácil. Receber o diagnóstico de câncer de mama e enfrentar os tratamentos  com certeza fazem parte de uma fase de tensões, ansiedade e, para muitas mulheres, sentimentos de culpa.  Sobre esse último, é comum entre elas a busca por uma razão que justifique a doença , razão essa que para muitas parece estar ligada a suas ações: o que teria feito para isso, talvez esteja sendo castigada etc.

Somete quem passa ou passou por esse conflito emocional pode saber o quanto ele é marcante e o quanto superá-lo pode ser fundamental para enfrentar o tratamento sentindo-se forte, bela e merecedora de uma vida cheia de bons momentos.

Fugindo dos aspectos meramente negativos, algumas mulheres decidem enfrentar esse momento como uma ruptura com sua vida anterior. Algumas chegam à conclusão de que não viviam de forma plena, que não estavam tempo o suficiente com quem amam, que há tempos já não faziam o que tanto gostavam.  Por isso, com o tratamento, surgem também novos planos, agora movidos por uma paixão maior e até então desconhecida.

Enfrentar a ideia de sua própria morte lhes permite superar o sofrimento  e relativizar os medos. Além disso, depois dessa experiência marcante, muitas descobrem a grandeza do amor e da amizade de familiares, amigos e até de pessoas que não pareciam tão  próximas. Esses sim são sentimentos que ajudam as mulheres em tratamento, renovando sua confiança e aumentando sua força e autoestima.