Protetor no Inverno

Por mais que alguns não acreditem, os raios UV também aparecem durante os climas frios do ano, quando o sol resolve se esconder, especialmente aqui em Curitiba e Região Metropolitana!

Durante o verão os raios UVB (responsáveis pela sensação de ardência e vermelhidão) são mais comuns devido ao efeito ser rapidamente perceptível. Porém, durante o inverno os raios UVA continuam incidindo com a mesma intensidade em nossas peles. A diferença é que o seu efeito é cumulativo e atinge as camadas mais profundas da pele, fazendo com que suas consequências demorem mais para aparecerem. Isso pode ser evitado se o protetor solar for utilizado com mais frequência.

Umas das consequências dos raios UVA em nossa pele são: aparecimento de rugas, manchas, flacidez, envelhecimento precoce e predisposição à alergias e surgimento do câncer de pele.

Para o dia a dia produtos com o FPS 30 são suficientes para proteger, segundo a dermatologista Danielle Aguiar em entrevista para o Beleza Extraordinária.

Além disso, as fórmulas cremosas dos filtros solares são ótimas para hidratação, visto que no frio o ressecamento da pele é bastante comum.

É válido lembrar que apesar do sol trazer grandes benefícios para a saúde, ele precisa ser aproveitado com moderação e cuidado para que problemas futuros não aconteçam. Os produtos modernos, além de protegerem nossa pele de radiações nocivas, deixam infiltrar os raios responsáveis por um bronzeado bonito e uma pele mais saudável.

Entenda a diferença:
Raios UVA (atingem a camada subcutânea): penetram nas camadas mais profundas da pele sem deixar marcas, causando envelhecimento precoce e o melanoma, um tipo agressivo de câncer.

Raios UVB (atingem a derme): provocam a vermelhidão e as queimaduras solares. Além disso, estão diretamente relacionados ao câncer de pele não melanoma, o mais comum dos tumores nesse tecido.

Cor da Urina e a Sua Saúde

A urina pode dizer muito sobre nossa saúde, pois ela é produzida pelos rins e é responsável por expelir toxinas que o corpo não precisa, sendo resultado de tudo que comemos e bebemos. Sua coloração é bastante útil para identificar diferentes doenças, pois de acordo com a cor, densidade e odor, pode ser um sinal de que está na hora de se alertar no cuidado com o organismo.

Veja abaixo o que as cores da urina podem representar:

Transparente: Urina bastante diluída. Pode representar excesso de água ou mau funcionamento dos rins.

Amarelo Claro: Alimentação e saúde estão equilibradas. Bom trabalho!

Amarelo Escuro: Pouca hidratação no corpo. Beber mais líquido durante o dia.

Âmbar ou mel: alta desidratação. Beba mais água urgente!

Marrom: Desidratação extrema! Pode também indicar problemas no fígado. Procure um médico.

Presença de espuma: Pode representar uma perda anormal de proteína ou infecção.

Obs: a cor da urina pode variar também de acordo com a dieta ou medicação. Se a sua urina estiver avermelhada ou rosa por mais de 24 horas, procure um médico.

Erros de refração – Os problemas mais comuns da visão

erros-de-refracao1

Os erros de refração, divididos em miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia, são os problemas mais frequentes da visão humana.  Presente na maioria das pessoas, eles ocorrem quando a forma do olho evita que a luz se foque diretamente na retina.  Há, portanto, uma mudança na direção da luz, comprometendo a interpretação do cérebro sobre a paisagem observada.

A pessoa com miopia enxerga os objetos próximos com nitidez, enquanto os objetos à distância ficam embaraçados. Com a hipermetropia, essa visão é exatamente ao contrário: os objetos à distância ficam nítidos, enquanto aqueles próximos parecem turvos.  O astigmatismo, por sua vez, deixa a percepção das imagens borradas ou mesmo alargadas; enquanto a presbiopia – mais relacionada à idade adulta – dificulta a visão dos objetos mais próximos.

erros-de-refracao2

Quem corre risco de ter os erros de refração?

A presbiopia afeta a maioria dos adultos com mais de 35 anos. Os demais erros de refração ocorrem tanto em adultos quanto crianças. A hereditariedade aumenta as chances de ter esses problemas. Sintomas dos erros de refração

Vai-se o outubro rosa, vem o novembro azul

outubrorosanovembroazul

O mês está acabando e com ele o maior destaque mundial para o câncer de mama. Porém, mesmo sem a grande visibilidade do outubro rosa, é importante lembrar-se de que qualquer mês e dia são tempos de cuidar-se. E sobre isso, uma das coisas mais importantes é fazer o autoexame. Quanto mais cedo for a descoberta do câncer, melhores são os resultados do tratamento.

autoexame-mama

Com o fim de outubro, ainda que o destaque ao tema deixe de ser tão intenso, ao menos tem início o novembro azul, mês em que a consciência é despertada para o câncer de próstata. Aqui no Brasil, ele é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele (esse também é o mais comum entre as mulheres). Estima-se que ao final de 2016 sejam detectados 61.200 novos casos de câncer de próstata, segundo dados do INCA.

Outubro rosa também chama atenção para câncer de mama masculino

cancer-de-mama-masculino

Outubro é o mês em que mundialmente é feita uma campanha com o intuito de alertar às mulheres sobre o câncer de mama, o já conhecido outubro rosa. Toda ação é pensada especialmente para elas, tanto que o nome e cor utilizada são o rosa, que culturalmente ainda é a que mais representa o feminino.

No entanto, o mês também deve ser lembrado como luta contra o câncer de mama como um todo, o que também inclui os homens, ainda que de forma mais rara. Segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres (superado apenas pelo de pele), o câncer de mama representa cerca de 25% dos novos casos a cada ano entre elas, enquanto nos homens esse número é de menos de 1%. Embora esse pareça um número pequeno, 181 homens morreram da doença no Brasil em 2013, segundo últimos números do INCA – Instituto Nacional do Câncer.

Campanha de vacinação contra a paralisia infantil vai até 31 de agosto

paralisia-infantilNo último dia 15, o Ministério da Saúde iniciou a campanha de vacinação contra a poliomielite, conhecida popularmente como paralisia infantil.

Ela é conhecida por esse nome pela população por que causa paralisia permanente em determinados músculos. As sequelas dessa infecção não têm cura e comprometem o sistema nervoso causando paralisia nas pernas, nos músculos respiratórios e de deglutição.

Entenda a osteoporose e saiba como combatê-la

osteoporoseQuem tem mais de 50 anos conhece bem a osteoporose. A perda de massa óssea atinge principalmente as mulheres nessa faixa etária, mas os homens também sofrem com ela.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Osteoporose, existem 5,5 milhões de brasileiros com a doença, que é responsável por deixar os ossos menos densos e assim mais frágeis e suscetíveis a fraturas.

Alimentos de origem vegetal ajudam a turbinar a saúde da flora intestinal

bacterias-intestinoVocê já deve ter ouvido falar que nosso organismo é composto, em média, por cerca de 70% de água, não é mesmo? Mas o que pouca gente sabe é que 90% (!) do nosso corpo é composto por células de micróbios. Ou seja, nós somos apenas 10% humanos!

Calma, não entre em pânico. Isso é, na realidade, muito bom. Acontece que parte desse tanto de micróbios forma a nossa flora intestinal, e é possível cultivá-los com determinados alimentos.

Tomar vacina da gripe deixa a gente gripado?

vacinadagriopeNão. Essa é uma pergunta muito frequente quando entramos no período de vacinação contra a gripe, que neste ano começou no dia 4 de maio e se estende até o dia 22 do mesmo mês.

É preciso compreender que a vacina oferecida pelo governo combate apenas o vírus Influenza dos tipos A, B e C, e contra eles a vacina é 100% eficaz. No entanto, existem outros vírus que podem causar gripe.

Ou seja, se a pessoa estiver com outro vírus já incubado ao tomar a vacina contra a Influenza, pode acabar gripando mesmo assim. Além disso, é possível que algum outro vírus acabe se alojando no organismo se a pessoa for submetida a muito frio ou estiver com a imunidade baixa.

De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 40 milhões de brasileiros pertencentes ao grupo prioritário (crianças entre seis meses e cinco anos de idade, grávidas em qualquer período de gestação e idosos com 60 anos ou mais) devem ser vacinados até o dia 22 de maio.

Além deste grupo, pessoas com doenças crônicas, como diabetes e problemas no coração, também devem tomar um cuidado especial e garantir a vacina.

Já pessoas alérgicas a ovo e com doença febril aguda, de moderada a severa, devem adiar a vacina até o desaparecimento dos sintomas.

Mas lembre-se, a vacina é para todos e continua senso a melhor prevenção contra a gripe. Veja como se prevenir da gripe