Como tratar dores crônicas

dorcronica

Você sabe o que é dor crônica?  De acordo com o reumatologista Paulo Carrilho, a dor crônica é aquela que dura mais que três meses. Osteoartrite, artrite reumatoide, lombalgias, cefaleias e a fibromialgia são alguns exemplos. “As dores crônicas, no geral, não têm cura, o que existe é uma boa possibilidade de fazer remédios e manter a pessoa sem dor, ou muito próxima do limite de ausência de dor”.

Uma forma de prevenção às crises de cefaleia, por exemplo, é se proteger dos estímulos que podem desencadeá-las e evitar o estresse. Em muitos casos, também é preciso fugir de alimentos como café, chocolate e queijo.

Para prevenir lombalgias e osteoartroses, outros tipos de dores crônicas, o cuidado com a postura é a principal dica. Evite também o levantamento de pesos e uso diário de saltos altos.

Ainda não há formas de prevenção para a fibromialgia, mas há formas de controle, feito com antidepressivos, analgésicos e relaxantes musculares.

Já para a psicóloga Julyana Andrade Vieira, o tratamento da dor crônica precisa ser multidisciplinar, ou seja, é preciso tratar as partes biológica, psicológica e social. “A estrutura emocional de cada pessoa, as vivências dolorosas que tiveram durante a vida, principalmente na primeira fase da infância, são determinantes para conseguimos entender de que forma essa pessoa vai sentir a dor, tanto na intensidade, como na forma.”