Como tratar o transtorno de ansiedade generalizada

Como tratar o transtorno de ansiedade generalizada

O dia a dia do cidadão do século XXI é uma loucura. Muitos trabalham, estudam, cuidam da família e da casa; têm vida social e ainda arranjam tempo para passear com o cachorro no final da tarde. Por conta dessa “muvuca” diária,  o estresse e a ansiedade surgem em alguns momentos, algo comum a qualquer pessoa. Porém, quando a sensação de fadiga, cansaço e medo, características do estresse e da ansiedade, duram muito tempo, é sinal de que algo está errado.

A ansiedade generalizada

Assim como a diabetes tipo 1, da qual já falamos aqui no blog da Clinipam, não se sabe ao certo como a ansiedade generalizada, ou transtorno de ansiedade, se desenvolve. “Fatores como vulnerabilidade, predisposição genética, hormônios e pressão social influenciam no aparecimento da ansiedade, mas, assim como no bolo pronto não dá para identificar a farinha, também não é possível precisar o que detona o problema”, disse Marcos Ferraz, professor titular aposentado do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), à Editora Abril.

Sintomas da ansiedade generalizada

Segundo o site sobre saúde WebMD, 18% da população dos Estados Unidos sofre com o transtorno de ansiedade. Já no Brasil, de acordo com o Instituto de Psiquiatria do HC (USP), esse número é de 12%. Para você descobrir se faz parte da estátistica, basta prestar atenção nos sintomas da ansiedade: medos exagerados, sensação contínua de que algo ruim vai acontecer, medo de ser humilhado publicamente, falta de controle sobre pensamento, insegurança, nervosismo e angústia.

Além dos sintomas psicológicos, há também os físicos, como palpitações, dores, sensação de aperto no coração, falta de ar, difilcudade para respirar, dor nas costas, dificuldade para engolir, espasmos no braço, tremores das mãos, boca seca, tontura, diarréia, náuseas, arrotos constantes, transpiração excessiva, dor de garganta, vômitos, palidez, necessidade constante de urinar ou defecar entre outros.

 Tratamento da ansiedade generalizada

O tratamento para o transtorno de ansiedade é feito com medicamentos, psicoterapia ou com a junção dos dois. Os remédios, receitados por um psiquiatra, geralmente são antidepressivos, ansiolíticos, e betabloqueadores. Eles equilibram os hormônios do cérebro, buscando o equilíbrio.  Já a psicoterapia ajuda o paciente a readequar seu pensamento, geralmente focado em situações negativas.

Os exercícios físicos também ajudam, e muito, no tratamento contra a ansiedade generalizada. De acordo com estudo da Archives of Internal Medicine, conceituada revista médica dos Estados Unidos, eles são um antídoto contra a ansiedade, já que aumentam a produção de endorfina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar.

Se você acha que está com transtorno de ansiedade, o primeiro passo é procurar um profissional de saúde. O Google nunca vai substituir um médico.

Veja também: Conheça o Centro de Qualidade de Vida