Dia do Combate e Prevenção à hipertensão

clinipam-plano-de-saude-hipertensao
A hipertensão é uma das doenças mais traiçoeiras que existem, uma vez que não possui sintomas claros que a revelem. Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, 30 milhões de pessoas sofrem com este mal no país. E, amanhã, Dia do Combate e Prevenção à hipertensão, nos lembramos da importância de manter-nos informados e, consequentemente, um passo a frente da doença.

A condição caracteriza-se pelo aumento dos níveis de pressão sanguínea nas artérias. Por isso, também é conhecida como pressão alta. Afeta, geralmente, o bom funcionamento dos órgãos e, se não cuidada, pode ocasionar um acidente vascular cerebral (AVC) ou um infarto do miocárdio.

Para descobrir se o indivíduo é portador ou não da doença, é necessário realizar um exame de pressão arterial. Simples e rápido. Aliás, um exame por ano, pelo menos. Desta forma, você se previne e mantém-se por dentro do que está acontecendo no seu organismo em relação à saúde das suas artérias. Se o resultado do exame for acima de 12 por 8 (120 por 80 mmHg), a pessoa, infelizmente, está doente.

Fatores como obesidade, sobrepeso, a alimentação e o sedentarismo são os principais inimigos de quem quer se prevenir contra a condição. Por isso, a Sociedade Brasileira de Cardiologia separou algumas dicas para que você passe longe da doença: medir a pressão pelo menos uma vez por ano, abandonar o cigarro, alimentar-se de forma saudável, praticar atividades físicas e evitar situações de estresse. Essas são as principais.

Portanto, não marque bobeira e deixa essa doença silenciosa se desenvolver. Previna-se!