Dia Internacional da Mulher

dia-internacional-das-mulheresDurante toda a história da humanidade, a mulher esteve em um papel secundário. Era uma minoria. Com a Revolução Industrial, o reflexo disso passou a ser visto no mercado de trabalho. Nas fábricas, além de receber baixos salários e terem cargas horárias altas, eram humilhadas e não tinham os mesmo direitos que os homens.

Em 1910, aconteceu a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas na Dinamarca, evento com foco na celebração dos direitos da mulher. Foi nesse dia que a data de 8 de março ganhou a alcunha de Dia Internacional da Mulher.

A luta delas contra a maioria ganhou outros contornos depois que 110 operárias morreram carbonizadas em uma fábrica em Nova York, nos Estados Unidos. “O 8 de março deve ser visto como momento de mobilização para a conquista de direitos e para discutir as discriminações e violências morais, físicas e sexuais ainda sofridas pelas mulheres, impedindo que retrocessos ameacem o que já foi alcançado em diversos países”, explicou a professora Maria Célia Orlato Selem, mestre em Estudos Feministas pela Universidade de Brasília e doutoranda em História Cultural pela Universidade de Campinas, ao site da Revista Escola, da Editora Abril.

Nesse dia tão importante, a Clinipam parabeniza todas as mulheres do Brasil e do mundo. Parabéns pela luta e pela garra.