É possível prevenir e tratar calos nos pés

w

Você sabe como e porque um calo é formado? Na maioria das vezes, o surgimento dele está associado ao uso inadequado de calçados, e eles surgem como forma de proteção do corpo a alguma agressão, seja interna ou externa. Atividade profissional ou esportiva em que há fricção e pressão constantes também desencadear o problema. No blog da Clinipam você vai entender um pouco mais sobre esse problema e ver dicas para prevenir e tratar calos e calosidades.

Sapatos muito pequenos ou apertados são os principais causadores de calos e calosidades. Se forem usados durante muito tempo, as pressões exercidas nos pés são desajustadas e a fricção extra transfere-se para uma determinada área do pé. Isso gera um enrijecimento da camada superficial da pele, conhecido como calosidade. É uma forma de o organismo tentar proteger os tecidos das camadas inferiores da pele.

Por outro lado, se essa pressão for sobre um osso sujeito à fricção constante surgirá um calo “duro”. Isso porque os calos têm um núcleo duro e ceroso que se forma na camada exterior da pele, depois de penetrar no tecido subjacente comprime os nervos da derme. Já os calos “moles” surgem em locais onde a pela está umedecida pelo suor ou secagem inadequada. De cor branca e endurecida, também são causados por fricção excessiva.

Para prevenir calos, a primeira atitude a ser tomada é dar atenção aos pés, principalmente quando sentir pressão extra em determinado local. Se você passa muito tempo em pé ou caminhando, escolher um sapato adequado e, principalmente, confortável, é essencial. Há alguns acessórios desenvolvidos para a prevenção de calos, entre eles esparadrapos e micropore, protetores específicos para calo, tubo de silicone recortável, além de produtos para prevenção de bolhas e calos.

Uma forma rápida de aliviar os sintomas provocados pelo calo é aplicar gelo no local, ele reduz o inchaço e desconforto. Além dos cuidados, é importante hidratar diariamente os pés. Massageie-os com cremes ou loções que contenham ureia. Em casos mais acentuados você pode utilizar a pedra-pome após o banho, esfregando suavemente. Procurar um especialista é sempre recomendado, especialmente em casos de calos doloridos ou inflamados, ele indicará o tratamento mais adequado ao seu caso.