Entenda a gastrite e veja como preveni-la

gastritePara entender a gastrite, lembre-se de algum episódio em que você comeu algo que não caiu bem no estômago. Sabe aquela sensação estranha, como se fosse uma queimação? Pois é, esse é um dos sintomas da gastrite.

Segundo o gastroenterologista da Rede Clinipam, Dr. Nicolau Czeczko, há dois “tipos” de gastrite: a aguda e a crônica. A aguda ocorre de uma hora para outra por conta do uso de alguns medicamentos, como corticoides e anti-inflamatórios; estresse físico e psíquico; consumo exagerado de bebida alcoólica; e, por último, por causa da ingestão de substâncias ácidas corrosivas.

Já a gastrite crônica é causada pela bactéria Helicobacter pylori. Não há evidências concretas sobre a relação entre a doença e a bactéria, mas, de acordo com o Dr. Drauzio Varella, o bacilo foi “encontrado no estômago de pacientes com gastrite ou úlcera”.

Sintomas da gastrite: Sensação de queimação, dor ou indigestão na região superior do abdome, vômitos, náuseas, perda de apetite, aumento de gases, sensação de inchaço no estômago, perda de peso, arrotos frequentes.

O que é a gastrite nervosa?

A gastrite nervosa é uma sensação frequente de queimação no estômago. Os sintomas da gastrite nervosa são como os citados acima. Profissionais da saúde acham que ela está relacionada, prioritariamente, ao estresse e a questões emocionais.

Como evitar a gastrite?

É possível evitar a gastrite se ela não for crônica. Alguns hábitos são os seguintes: não fumar, evitar o consumo exagerado de café, não exagerar nas bebidas alcoólicas, ter dieta balanceada com base nas informações de um nutricionista e mastigar bem os alimentos.

Tratamento da gastrite

O tratamento da gastrite depende da causa. Por isso, é importante se consultar com um médico no momento em que os sintomas surgirem.