Entenda a osteoporose e saiba como combatê-la

osteoporoseQuem tem mais de 50 anos conhece bem a osteoporose. A perda de massa óssea atinge principalmente as mulheres nessa faixa etária, mas os homens também sofrem com ela.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Osteoporose, existem 5,5 milhões de brasileiros com a doença, que é responsável por deixar os ossos menos densos e assim mais frágeis e suscetíveis a fraturas.

O problema progride lentamente e raramente apresenta sintomas antes que aconteça algo de maior gravidade, como uma fratura, que costuma estar relacionada a uma queda. Segundo o Ministério da Saúde, ocorrem cerca de um milhão de fraturas no Brasil todos os anos, e cerca de 250 mil delas têm a osteoporose como causa.

Por isso, é aconselhado que desde a gestação, a alimentação seja vista como meio de prevenção contra a osteoporose. Se uma pessoa teve uma alimentação rica em cálcio, vitamina D e ômega 3 durante a infância e adolescência, ela terá menos chances de ter osteoporose quando adulta.

Pensando nisso, separamos quatro ótimas opções de alimentos que são ricos nesses nutrientes:

Leite

Por conter cálcio de origem animal, que é absorvido pelo organismo com mais facilidade, o leite é o alimento que tem ação mais efetiva contra a osteoporose. É aconselhado pelo Ministério da Saúde que adultos com menos de 50 anos, de ambos os sexos, consumam 1000 mg de cálcio por dia, enquanto aqueles que têm mais de 50 precisam de doses de 1200 mg. Um único copo de 250 ml de leite tem 300 miligramas de cálcio.

Derivados do leite

Um copo de iogurte de 250 ml possui quase a mesma quantidade de cálcio que um copo de leite. Existem muitos iogurtes que são enriquecidos com vitamina D, o que os torna um bom aliado contra a perda de cálcio nos ossos. O queijo age da mesma forma que o iogurte, e pode ser consumido até em versões livres de lactose, já que o cálcio continua presente no alimento mesmo assim.

Sardinha

Além de ser muito rica em ômega 3 (3,3 g em cada 100 g), a sardinha contém altas doses de cálcio e vitamina D, o que ajuda a deixar os nossos ossos mais fortes. Um prato com três sardinhas é tão ou mais benéfico do que um copo de leite ou de iogurte.

Soja

A oleaginosa é rica numa substância chamada isoflavona, que ajuda os ossos a absorver minerais. Por isso, ela é altamente recomendada para as mulheres que entraram na menopausa.