Entenda por que espirramos

clinipam-plano-de-saude-porque-espirramos
Alguns são escandalosos, outros quase imperceptíveis. Alguns são barulhentos, outros são baixinhos. Cada um faz de um jeito. E, independentemente de como você faça, ele é uma realidade na vida de todos. Sim, estamos falando do espirro. Você sabe por que isso acontece? Nós te contamos.

É bem simples, na verdade. O espirro nada mais é do que a forma que o corpo encontrou de nos livrarmos de pequenas sujeiras que irritam o interior do nariz ou dos pulmões. É um jato de ar que é empurrado pelo nariz e pela boca levando consigo tudo o que está em seu caminho. Ou seja, impurezas e sujeiras.

Ele é uma ação involuntária que também expulsa o dióxido de carbono em excesso do corpo sob a forma de partículas líquidas, que são chamadas de perdigotos. Quando uma pessoa espirra sem colocar mão na frente, aliás, estima-se que 40 mil dessas gotículas sejam liberadas. Elas podem transmitir doenças, todavia.

O processo que o corpo realiza quando se está prestes a espirrar é muito parecido com o da tosse. Após o seu nariz ser irritado por algo, o centro respiratório bulbar é informado, o que interrompe a respiração regular e promove uma inspiração profunda que enche os pulmões de ar. Os músculos das costas, tórax, abdômen e aqueles abaixo das costelas se contraem e expiram o ar inalado de uma vez só e com força.

O espirro pode chegar até 150km/h. Sim, é exatamente o que você acabou de ler. Então, da próxima vez que for espirrar, mande ver, pois segurá-lo pode causar vertigens, surdez e até mesmo uma ruptura de tímpano.