Entenda por que ficamos vermelhos quando sentimos vergonha

plano de saude-clinipam-vermelho-vergonha
Imagine-se na seguinte situação: você é chamado em uma sala de espera repleta de pessoas. Ao levantar-se, dá alguns passos e, então, tropeça e dá de cara no chão. É, não parece muito agradável, não é? A sua reação voluntária será, provavelmente, levantar-se e tentar ignorar o que acabou de acontecer. Sua reação involuntária, por outro lado, será algo que acontece muito com quem passa por uma situação vergonhosa: ficar vermelho. Mas, por que isso acontece, afinal?

Segundo o professor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Elson Romeu Farias, em entrevista ao portal de notícias do Terra, a vermelhidão em situações como a descrita acima é uma resposta do nosso corpo. O que ocorre é que os batimentos cardíacos aumentam, causando uma intensa elevação da pressão arterial decorrente da descarga adrenérgica. Ou seja, o corpo percebe que algo não está certo e envia sangue demais ao cérebro em uma tentativa de autopreservação.

Esse ruborescer pode durar minutos ou horas, de acordo com o professor, dependendo da necessidade do corpo. A dilatação dos vasos sanguíneos também pode provocar calor, mas não em todos. Aliás, nota-se que algumas pessoas não ficam vermelhas em situações de vergonha. Isso porque conseguem, de alguma forma, disfarçar bem o sentimento. No entanto, ainda não se sabe como ou por quê.

Todavia, se você é um daqueles que fica todo corado quando algo vergonhoso acontece, não esconda-se. Afinal, vermelho ou não, a maior vergonha de todas é deixar de ser quem você realmente é.