Estalar os dedos pode fazer mal

clinipam-plano-de-saude-estar-dedos-mal
Estalar os dedos faz parte da rotina matinal, ou diária, de muitas pessoas ao redor do mundo. E, apesar dessa prática, aparentemente, não ter um objetivo específico, ela ocorre, voluntaria e involuntariamente. Mas será que isso pode fazer mal?

O motivo pelo qual estalamos os dedos ainda é um mistério, mas já se pode afirmar o que ocorre no seu corpo durante a prática. Ao estalar as juntas, há liberação de pressão negativa sobre as articulações. O líquido sinovial que protege as articulações, então, se separa. Ao ser separado, o selo do fluido sinovial é quebrado, o que resulta no som de estalo. Leva cerca de 20 minutos para o selo ser restabelecido e é por isso que não há possibilidade de se estalar as juntas repetidamente.

Quanto a fazer mal, a resposta é: depende. Segundo o Dr. Isidio Calich, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), “estalos involuntários, como nos pés e tornozelos, são inócuos. Porém, aqueles que são repetidos com frequência aumentam a produção do líquido interno das juntas, o que pode causar engrossamento, dor e perda de flexibilidade”. Ele completa dizendo que, conforme o tipo de estalo, pode haver também sérios danos nos tendões e na cartilagem que recobre a extremidade dos ossos.

Apesar da prática ainda dividir opiniões, é melhor prevenir-se e conter-se quanto aos estalos. Se algo mais sério acontecer devido ao hábito, procure um médico.