Fones de ouvido e os problemas de audição

Fones de ouvido e os problemas de audição

Hoje em dia, ao andar na rua, é comum ver fones de ouvido em diversas orelhas, principalmente nas de jovens e geralmente com sons em alto volume. Essa atitude ameaça gravemente a saúde, já que causa ou antecipa perdas auditivas irreversíveis a longo prazo. No blog da Clinipam você vai conhecer os sinais de problemas auditivos e saber sobre os cuidados que devemos ter com a audição.

Cerca de 25 a 30 milhões de brasileiros se queixam de zumbido, sintoma do início de surdez. “Nós classificamos a perda auditiva em 4 graus: leve, moderado, severo e profundo”, explica o otorrinolaringologista, Rogerio Hamerschmidt. Uma perda leve compromete até 20% da audição, a moderada, de 50% a 60%, a severa, até 80% e acima disso a perda é considerada profunda.

Hamerschmidt afirma que quanto maior a perda auditiva, maior o impacto na vida da pessoa. Uma perda leve, por exemplo, pode não trazer muitos sintomas, no máximo, um zumbido no ouvido. “Numa perda moderada começam as alterações para atender ao telefone, o volume da TV começa a aumentar e, no caso de crianças, ela já começa a ter um mau rendimento escolar, porque não consegue acompanhar os ensinamentos da professora”.

O excesso de ruído (ou barulho) pode desencadear problemas como irritação, dor de cabeça e até dificuldade de concentração.  Há alguns sinais que indicam possíveis problemas na audição, e podem ser percebidos quando a criança é chamada e não reage ou quando parece desatenta, quando há atraso na aquisição da linguagem, queda no desempenho escolar, ou quando fixa o olhar na boca de quem fala (para tentar fazer uma leitura labial).

Como os fones de ouvido são uma das principais causas de problemas auditivos, é bom ficar de olho no volume ideal. Por exemplo, o som está alto demais quando a pessoa que está ao lado de quem escuta música também consegue ouvir. Além disso, uma boa maneira de saber se o volume excede o limite suportável é analisar se a pessoa com fones consegue ouvir a conversa de quem está ao redor.

Veja este vídeo da TV Clinipam e esclareça suas dúvidas sobre os problemas de audição: