Fumantes subestimam perigo do cigarro

parardefumar

Pesquisa realizada na França e divulgada durante a Conferência Europeia de Câncer de Pulmão (ELCC, na sigla em inglês), na Suíça, mostra um dado alarmante: os fumantes subestimam os perigos do cigarro, mesmo após diversas pesquisas apontarem que ele está relacionado com diversas doenças, inclusive vários tipos de câncer.

Para chegar a esse resultado, os pesquisadores entrevistaram 1.602 franceses, entre 40 e 75 anos. Um terço deles, por exemplo, acredita que fumar menos de 10 cigarros por dia não é danoso para o organismo. A pesquisa também apontou que apenas 40% deles estava ciente de que muitos do perigos do fumo ainda continuam mesmo após largar vício.

Aumento do cigarro eletrônico

Outro dado preocupante, este apontado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), mostra que o consumo de cigarros eletrônicos cresceu, principalmente entre os jovens, passando de 4,5% em 2013 para 13,4% em 2014.

O cigarro eletrônico é controverso. Enquanto alguns especialistas apontam benefícios, já que a pessoa só consome nicotina, e não os outros componentes cancerígenos, outros dizem que ele faz tanto mal quanto o normal.

Clinipam tem grupo de apoio ao fumante

A Clinipam, atenta aos perigos do cigarro, tem um programa de apoio aos fumantes em seu Centro de Qualidade de Vida (CQV). O intuito é promover e recuperar a saúde dos participantes, além de prevenir doenças provenientes do fumo, orientar e informar os malefícios do tabaco. Esse programa se dá por meio de um grupo de apoio que conta com uma equipe multidisciplinar atenta a todas as dificuldades que o fumante possa apresentar nessa fase de transição, oferecendo um cuidado global ao usuário.

Veja 9 dicas para parar de fumar

1ª Dica

A primeira dica para parar de fumar é procurar um médico. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os fumantes que tentam se livrar do tabagismo sem a ajuda de um profissional têm maior chance de fracassar.

2ª Dica

O segundo método para parar de fumar é acreditar que você consegue. Analise sua vida, pense nas situações difíceis que você superou e arranje coragem para enfrentar mais esse desafio. Pedir a ajuda da família também é importante.

3ª Dica

Pare de uma vez! Pegue sua agenda, escolha uma data e escreva: vou parar de fumar nesse dia. Essa sugestão para parar de fumar cigarros envolve muito o psicológico e a força de vontade. Muita gente consegue se livrar do tabagismo dessa forma.

4ª dica

Caso a dica anterior não funcione, é possível tentar a parada gradual. Faça o seguinte: conte o número de cigarros que você fuma por dia e, no dia seguinte, fume menos. Outra maneira de diminuir o consumo é adiar em uma hora o primeiro cigarro do dia. Se você costuma fumr um às 8h, faça isso às 9h no dia seguinte.

5ª dica

A quinta dica para parar de fumar é a seguinte: faça exercícios físicos. “O fumante pode encontrar alguma dificuldade no início do treinamento. Mas, com o passar do tempo e os exercícios seguindo uma regularidade, a melhora da capacidade física vai ser percebida”, disse o professor de educação física Márcio Aldecoa em entrevista ao jornal Zero Hora.

6ª dica

Encontre outra pessoa tentando parar de fumar. Quando você conversa, além de trocar informações, você consola o outro. Palavras positivas, seja na luta contra o tabagismo ou em qualquer outra situação, sempre são bem-vindas e fazem muito bem.

7ª dica

Analise sua vida e veja que situações o levam a fumar. É o estresse? É o trânsito? Ou talvez a cervejinha de final de semana? O ideal é descobrir esses “gatilhos” e tentar evitá-los ao máximo.

8ª dica

A 8ª dica de como parar de fumar é a seguinte: jogue tudo que lembre o cigarro fora, como isqueiros, cinzeiros e fotos de você fumando em algum lugar e até roupas com cheiro. Algumas camisetas, mesmo depois de lavadas, ainda continuam com o cheiro. Mesmo se for uma peça com valor sentimental, jogue-a fora, caso contrário a lembrança pode trazer à tona a vontade.

9ª dica

Encontre algo para substituir o cigarro. De preferência, algo saudável, como, por exemplo, a água. Sempre que surgir a vontade de fumar, tome um copo.

 Veja também: Cigarro eletrônico versus cigarro comum