Lúpus: entenda a doença

clinipam-plano-de-saude-lupus
O lúpus eritematoso sistêmico (LES ou apenas lúpus) consiste em uma condição caracterizada por um problema no sistema imunológico, responsável por defender o organismo de diversos perigos, como bactérias e vírus, por exemplo. É, portanto, uma doença autoimune que pode atingir os rins, articulações, fígado, cérebro, a pele e outros órgãos.

Isso porque, quando o indivíduo apresenta lúpus, em vez de defender o organismo, o sistema imunológico começa a produzir anticorpos que atacam os próprios tecidos saudáveis do corpo. Isso significa que o agente que deveria lhe fornecer saúde ao combater agressores externos acaba se tornando o próprio agressor.

A doença é amplamente encontrada em maior quantidade em mulheres do que em homens. Pode ocorrer a qualquer idade e ainda não se sabe por que é desencadeada. Aliás, muito pouco ainda se sabe sobre as doenças autoimunes e os motivos de surgirem, além daquilo que são capazes de promover ao organismo.

Os principais sintomas do lúpus variam entre febres sem motivos aparentes, dores nas articulações, feridas na boca, cansaço excessivo, dores no peito e sensibilidade descomunal à luz do sol. Pelo menos quatro desses sintomas precisam ser diagnosticados para que o paciente apresente suspeita de lúpus.

E, se este for o caso, uma série de exames atestará, ou não, a presença da doença que, infelizmente, ainda não tem cura, mas que pode ser controlada por meio de medicamentos e recomendações.