Meditação mantém cérebro jovem

meditacao cerebroNós, seres humanos, perdemos um pouco da massa cinzenta do cérebro conforme ficamos mais velhos. É algo natural. Essa substância é responsável pelo processamento de informações que recebemos, nosso raciocínio e outras funções, a exemplo de controle muscular, percepção sensorial, emoção e fala.

O fato é que uma nova pesquisa, realizada pela Universidade da Califórnia, Estados Unidos, e publicada no periódico Frontiers in Psychology, descobriu que é possível preservar a massa cinzenta do cérebro — deixando-a mais jovem — por meio da prática da meditação.

Ok, mas e quais são os benefícios de ter um cérebro mais jovem? De acordo com os pesquisadores, manter a massa cinzenta ‘’jovial’’ diminui problemas cognitivos e de demência, além de melhorar muito a saúde mental, principalmente das pessoas idosas.

Para realizar o estudo, os pesquisadores compararam dois grupos com 50 pessoas cada, com idade entre 24 e 77 anos. Em um deles, os participantes eram adeptos à meditação; no outro, não. Segundo os resultados, todos perderam massa cinzenta no decorrer dos anos, mas os que meditavam perderam menos.

Outras pesquisas

A meditação vem sendo apontado há tempos como um remédio para diversos problemas atuais, seja depressão, ansiedade e outros tantos. No post ‘’Estudo: meditação molda o cérebro’’, falamos sobre uma pesquisa publicada na revista Psychiatry Research: Neuroimaging.

De acordo com o estudo, a meditação faz com que a pessoa comece a lidar melhor com as emoções, controla o nível de estresse e dá a pessoa mais capacidade de desenvolver a empatia.

E aí, você medita?