Oito dicas para acabar com o chulé

chuléO chulé tem mania de “pegar no pé” das pessoas, literalmente. O problema, de certa forma comum, ocorre porque o suor liberado pelo corpo – função que regula nossa temperatura interna – fica preso por causa da meia e do sapato. Daí já viu, né?

Mas para acabar com o chulé, é fácil. Basta seguir algumas dicas simples, que hoje publicamos aqui no blog da Clinipam. Vamos lá?

1 – Lave o pé: na hora do banho, dê uma boa lavada no seu pé. Mas dê preferência para sabonetes antissépticos, pois eles ajudam a inibir a presença de bactérias.

2 – Seque bem os pés: Quando sair do banho, seque bem seus pés. Passe a tolha na sola do pé e entre os dedos. As bactérias tendem a se proliferar em ambientes úmidos.

3 – Troque de sapatos e meias: Sempre troque de sapatos e meias. O ideal é usar um par de calçados por dia. Se você usou um hoje, use-o somente depois de amanhã. Com a meia é a mesma coisa.

Leia mais sobre bem-estar

4 – Evite sapato de plástico: Procure não usar calçados de plástico ou de borracha. Opte por solados de couro ou algodão. Isso ajuda a evitar o chulé.

5 – Hidratação: Passe hidrantes nos seus pés, principalmente aqueles com ureias. Pés hidratados são mais resistentes a bactérias e outras enfermidades.

6 – Limpeza: Para acabar com o chulé, é importante também lavar os sapatos com frequência. Molhe um algodão com vinagre ou água sanitária e passe dentro do calçado.

7 – Use pó antisséptico: passe o famoso talquinho de chulé. Mas sem exagero, ok? Se você sua muito no pé, o contato do suor com o talco pode formar um pasta e o cheiro tende a ficar pior, ok?

8 – Procure um dermatologista: Se você seguiu as dicas, mas continua com chulé, então é hora de procurar um dermatologista. Confira em nosso site a lista de profissionais dessa área.