Ortorexia, o transtorno alimentar da comida saudável

ortorexia

Bulimia e anorexia são dois transtornos alimentares bastante conhecidos. No primeiro, a pessoa come demais, mas regurgita o alimento logo depois de ingeri-lo. No segundo, a pessoa deixa de se alimentar com o objetivo de emagrecer porque se considera fora do peso ideal mesmo já estando muito abaixo dele.

Pois agora foi diagnosticado um novo transtorno alimentar que está relacionado a esses dois: a ortorexia.

A ortorexia é um transtorno alimentar que torna as pessoas completamente obsessivas pelos aspectos saudáveis dos alimentos que ingerem. Elas eliminam de suas listas todos os alimentos que consideram não contribuir para o seu organismo. O objetivo da alimentação se restringe à dieta, deixando outros alimentos que são importantes para o organismo de fora das refeições.

Nem sempre esse transtorno está associado ao culto ao corpo, embora seja bastante comum nesses casos. Pessoas que têm alergias a determinados alimentos ou intolerâncias alimentares também podem desenvolver a ortorexia.

Quem sofre do transtorno não se alimenta em locais públicos, desconfia da procedência de todos os alimentos, não consome produtos industrializados e deixa de comer alimentos por não considerá-los saudáveis, quando, na realidade, o são.

A bulimia e a anorexia podem ser consequências da ortorexia, assim como a vigorexia, distúrbio da busca pela perfeição do corpo por exercícios.

A ortorexia pode ser muito prejudicial à saúde porque reduz os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo, afasta as pessoas da convivência social – já que deixam de frequentar lugares comuns ao círculo de relacionamentos – e causa distúrbios hormonais por falta de vitaminas não ingeridas.

É preciso tomar as devidas providências para manter-se saudável, mas elas devem ser acompanhadas por um médico, que vai estipular a dieta correta e os exercícios adequados. A busca pelo corpo perfeito ou o cuidado excessivo com intolerâncias alimentares pode fazer da conduta saudável um inimigo quase imperceptível.

Os tratamentos para a ortorexia são a reeducação alimentar, psicoterapia e medicamentos, em alguns casos.

Portanto, cuide-se!