Páscoa: A Doçura nas Atitudes

Originalmente, a Páscoa é uma celebração da igreja cristã em homenagem a ressurreição de Jesus Cristo. Para os judeus, a Páscoa é celebrada pela libertação de seu povo do cativeiro no Egito e a passagem no Mar Vermelho.

O símbolo do coelho, além de significar fertilidade, tem a ver com o renascimento da vida. Sendo justamente isso que aconteceu nos dois casos citados acima, e por isso são celebrados através dessa figura. Os ovos, além de serem alimentos, foram implementados em formato de chocolate na Inglaterra, quando a indústria de doce começou a se desenvolver.

Mas, você já parou pra pensar se o principal significado da Páscoa, que é a celebração da vida e a esperança de melhores condições está sendo realmente mantido? Ou será que apenas virou um feriado comum?

Pensando nisso, decidimos deixar esta reflexão com um desafio para a Páscoa: Leve as doçuras para além do chocolate. Coloque-as em suas atitudes. Atos de gentileza e compaixão nunca serão demais.

Há várias maneiras de fazer isso, como: elogiar as pessoas que convivem com você (isso faz muita diferença, além de ajudar na autoestima); conversar com alguém as coisas boas da vida que fazem o dia ficar mais feliz; compartilhar suas experiências e se interessar pelo que os outros têm a dizer; convidar aquela pessoa especial para sair; aconselhar amigos com dificuldades; respeitar o espaço e as diferenças dos outros, dentre várias outras coisas.

Lembre-se, o mais importante deste e de todos os dias serão suas atitudes. Você pode ser o motivo de alguém sorrir hoje! Então aproveite para colocar a doçura também em seus atos.

Uma ótima páscoa!