É verdade que estalar os dedos engrossa as juntas?

Sua mãe dizia “filho, não estatele os dedos, pois as juntas vão ficar grossas”? Pois ela estava certa. Pelo menos em parte. Diferente daquelas frases como “não tome manga com leite”, que são apenas mitos, essa faz algum sentido. Sabe por quê?

Porque quando você estrala os dedos, um “tal” de líquido sinovial (tipo um gás, responsável por protege as articulações) se separa. É por isso que ocorre aquele o som do “tec”, “tec”. Essa ação gera pressão negativa nas articulações.

Estalar os dedos pode fazer mal

clinipam-plano-de-saude-estar-dedos-mal
Estalar os dedos faz parte da rotina matinal, ou diária, de muitas pessoas ao redor do mundo. E, apesar dessa prática, aparentemente, não ter um objetivo específico, ela ocorre, voluntaria e involuntariamente. Mas será que isso pode fazer mal?

O motivo pelo qual estalamos os dedos ainda é um mistério, mas já se pode afirmar o que ocorre no seu corpo durante a prática. Ao estalar as juntas, há liberação de pressão negativa sobre as articulações. O líquido sinovial que protege as articulações, então, se separa. Ao ser separado, o selo do fluido sinovial é quebrado, o que resulta no som de estalo. Leva cerca de 20 minutos para o selo ser restabelecido e é por isso que não há possibilidade de se estalar as juntas repetidamente.