Cinco fatos curiosos sobre a gestação

gravidaO período de gravidez é um momento de dedicação, superação e, por vezes, desconfortos, mas também é cheio de alegrias e curiosidades. Separamos alguns fatos que talvez você não soubesse que existiam. Vamos lá?

Papai grávido

Você sabia que é comum os futuros papais sentirem os mesmos sintomas que as futuras mamães? Sim, muitos deles têm enjoo, desejos de comer muito, dores nas costas e até cansaço.

O que leva a um parto prematuro

clinipam-plano-de-saude-parto-prematuro
Uma das maiores preocupações das futuras mamães durante a gestação atende pelo nome de parto prematuro. E isso se deve principalmente às consquências que ele pode acarretar na saúde do bebê. Porém, atualmente, é mais simples realizar esse tipo de parto, uma vez que o acompanhamento médico é maior e, na maioria dos casos, quase não há sinal de sequelas ou grandes problemas. É necessário, entretanto, ficar atento aos sinais do parto prematuro e entendê-lo para não temer.

Quais são os primeiros sintomas da gravidez

clinipam-plano-de-saude-sintomas-gravidez
A gravidez sempre será um dos momentos mais bonitos e gratificantes da vida. Apesar das mudanças inevitáveis pelas quais a rotina do casal passa, engravidar, sem dúvida alguma, traz um novo fôlego e uma nova luz a todos os envolvidos no processo.

Portanto, se você está tentando engravidar, mas ainda não tem certeza se as coisas saíram como o planejado, você precisa estar atento a alguns sinais, os quais nós lhe contaremos no post de hoje.

É possível praticar exercícios físicos durante a gravidez. Saiba quais!

clinipam-plano-de-saude-gravidas-exercicios-fisicos
A gravidez é um período lindo, mas repleto de dúvidas. Muitas mamães (e não só as de primeira viagem) têm muitas dúvidas acerca do que pode ou não fazer. E a prática de exercícios físicos durante a gestação está entre elas. E a resposta para esta dúvida é o tema do post de hoje.

A resposta é sim. Aliás, exercícios físicos não só podem ser realizados durante a gestação como são essenciais para o bem-estar gestacional. Dentre os benefícios resultantes da prática, podemos citar o controle de peso da mãe, a redução de riscos obstétricos, a manutenção do condicionamento físico e a diminuição de males como o estresse e a depressão.

A idade certa para engravidar

clinipam-plano-de-saude-idade-certa-gravidez
Engravidar com qualidade”. Já ouviu essa expressão? Ela está relacionada à medidas e cuidados necessários que devem ser tomados antes e durante o processo de gestação. Porém, ela também está ligada a outro fator. Este, um pouco menos conhecido: a idade.

É isso mesmo. A idade também influencia, e muito, na gravidez. É o que explica o ginecologista e obstetra Heron Werner, da Clínica de Diagnóstico por Imagem, em entrevista à Gnt, da Globo. Segundo ele, o período ideal para a mulher engravidar é entre os 20 e 30 anos. Isso porque, nessa fase a produção de óvulos se encontra em um bom ritmo e o risco de complicações é menor.

Dúvidas sobre corrimento durante a gravidez

clinipam-plano-de-saude-corrimento-gravidez
A gravidez é um dos momentos mais esperados por casais em toda a parte. Especialmente pelas mulheres. É um momento de celebração em que mais um membro entra para a família. No entanto, nem tudo são flores. Alguns problemas podem ocorrer durante a gestação. Alguns deles, perfeitamente normais. É o caso das secreções vaginais, assunto do nosso post de hoje.

Devido as várias alterações hormonais durante a gravidez, é normal que ocorra o tão temido corrimento, também conhecido como leucorreia, que nada é mais do que um muco de aspecto leitoso e sem cheiro. Ele é causado pelo aumento do fluxo de sangue na área da vagina.

Planejando a gravidez

clinipam-plano-de-saude-planejando-gravidez
A gravidez é um dos momentos mais aguardados por casais de todo o mundo. É o momento de se preparar para receber mais um membro na família e aproveitar toda a alegria e empolgação que ele proporcionará antes mesmo de nascer. Mas, para tanto, é preciso se atentar a algumas dicas e cuidados que farão toda a diferença durante a gestação.

Nos primeiros três meses de gravidez, evite álcool. Completamente. É possível voltar a beber, com moderação, entretanto, após esses três meses. Lembre-se apenas de que tudo o que você consome é repartido com o bebê. Portanto, seja responsável. Cigarros, por outro lado, estão completamente fora de questão, pois afetam o bebê em todas as fases da gravidez, podendo causar complicações sérias. E, durante esses primeiros três meses, evite, além disso, quaisquer substâncias químicas na corrente sanguínea, como tintura para cabelos, por exemplo.