Conheça as diferenças entre tumores malignos e benignos

clinipam-plano-de-saude-diferencas-tumor-benigno-maligno

Primeiramente, é necessário esclarecer que todos os tumores são caracterizados como câncer, independente de eles serem benignos ou malignos. E eles são divididos em três categorias: agentes biológicos (vírus e bactérias); agentes físicos (radiações, tanto solar como de aparelhos eletrônicos); e agentes físicos (o mais conhecido é o cigarro).

Passado esse ponto, vamos à diferença entre maligno e benigno, que está, basicamente, ligada à aparência e à estrutura das células atacadas pelo tumor.

Enquanto os tumores benignos são constituídos por células semelhantes àquelas que os originaram e não provocam metástases, os tumores malignos são agressivos e podem se infiltrar em outros órgãos.

Novidade: alimentos com colágeno

clinipam-plano-de-saude-alimentos-colageno
Com o passar do tempo, alguns problemas relacionados à pele começam a surgir. Um deles é a redução da produção do colágeno, substância responsável por conferir elasticidade e jovialidade à pele. Porém, é possível se prevenir e combater esse entrave por meio de uma boa alimentação. Isso porque existem alimentos ricos em colágeno disponíveis por aí que podem lhe auxiliar no processo.

É preciso passar filtro solar todo dia

Usar corretamente evita manchas e acne
Costumamos usá-lo em praias e piscinas, porém esquecemos de levá-lo conosco durante o dia a dia. Algumas vezes, por causa da rotina corrida e da falta de tempo. Outras, porque pensamos que ele não fará tanta diferença assim. Mas a verdade é que o protetor solar é indispensável. E nós lhe explicaremos os motivos.

Primeiramente, saiba que o protetor solar não deve ser usado apenas no rosto, mas em todas as partes expostas do corpo. E, ao contrário do que muitos pensam, ele também dever ser aplicado em dias de inverno, uma vez que os raios ainda estão lá nos dias frios, mas em menor intensidade.

O protetor solar é um aliado imprescindível para a saúde da nossa pele. Além de evitar manchas e marcas causadas pela ação do sol, ele a mantém bonita, jovem e saudável. Ele combate a ação dos raios ultravioleta (UVA e UVB), que são os grandes responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele e também pelos casos de câncer de pele.

Para criar o hábito de se proteger, portanto, tenha filtro solar na bolsa, no trabalho ou no carro e aplique-o generosamente. O ideal é o equivalente a uma colher de sopa para cada pequena região do corpo. E, na hora da compra, leia o rótulo. Não se esqueça de comprar aquele que protege tanto dos raios UVB (promovem vermelhidão, ardor, queimadura e câncer de pele) como dos UVA (envelhecimento precoce e câncer).

Dia Mundial do Café

clinipam-plano-de-saude-dia-mundial-cafe
Ele é o queridinho do brasileiro. Não tem jeito. Café da manhã, da tarde, da noite, casas, escritórios. Ele está em todo o canto. E não é à toa que o café é tão amado por aqui. A história da iguaria em terras brasileiras teve início por volta de 1727, quando foi trazida para cá pelos franceses. Desde então, o Brasil adotou o café com uma de suas principais fontes de renda e produção, sendo responsável por um terço da produção mundial do grão em todo o mundo.

Agora que você já conhece um pouquinho da história e da importância que o café apresenta para o Brasil, nós lhe perguntamos: você conhece os benefícios e malefícios dele? Tudo bem. Nós contamos para você.

Como se livrar do chulé

clinipam-plano-de-saude-chulé
O suor excessivo é um incômodo presente na vida de muitas pessoas em todo o mundo. Nos pés, ele causa o tão temido chulé, que gera constrangimento em locais públicos, quando se é necessário tirar os sapatos. Mas, se você sofre com isso, não se preocupe. Há solução e nós a contaremos para você no post de hoje.

Mas, antes, entendamos o que causa o chulé. Ele nada mais é do que a combinação de suor com bactérias nos pés. Essa reação química ocorre da seguinte maneira: o corpo humano transpira para que a temperatura de dentro do organismo possa ser regulada, e com os pés não é diferente. Todavia, como os pés são cobertos por calçados, não há forma do suor se dissipar. E isso faz com que ele seja fermentado com as bactérias da pele, causando o chulé.

Os riscos de se roer unhas

clinipam-plano-de-saude-roer-unhas
Quem tem o costume de roer as unhas sabe o quanto a prática pode ser desagradável, porém involuntária. É encontrar-se em uma situação de ansiedade ou estresse e, pronto, lá está você novamente com as unhas na boca, sem perceber. O problema é que roer as unhas pode fazer mais mal do que você imagina.

O vício em roer unhas, chamado de onicofagia, promove a destruição de elementos importantes para o nosso corpo, como a cutícula e a pele, que são responsáveis por nos proteger dos agentes externos (vírus e bactérias) que querem colonizar nosso corpo. A região roída também pode sofrer com inflamação e pus, devido às feridas causadas pelos dentes.

Saiba por que surgem manchas roxas na pele quando batemos em algo

clinipam-plano-de-saude-manchas-rocxas-pele
Por esta, todo mundo já passou. E, se ainda não passou, certamente vai. Estamos falando daquelas incômodas e não belas manchas roxas que formam-se em nossa pele cada vez que nos machucamos. Mas, você sabe por que isso acontece? Bem, nós vamos lhe contar no post de hoje.

De acordo com o médico intensivista Marco Antônio Aquino, em entrevista ao portal Terra, o hematoma roxo que vemos surge do extravasamento de sangue dos vasos, causado pelo impacto da batida. A duração desse hematoma depende da intensidade do sangramento e da lesão. Segundo Aquino, em tecidos resistentes, o roxo pode permanecer por até uma semana. Quanto mais clara a pele e mais frouxo o tecido, maior é o hematoma.

Dia Internacional da Hanseniano

dia hanseniano
Na última sexta-feira, dia 24, atentamo-nos para uma doença que, infelizmente, ainda causa certo receio e preconceito por parte de muitas pessoas: a Hanseníase. Para desmitificar alguns pensamentos e visões errôneas sobre o assunto, portanto, o post de hoje explicará o que é a doença, suas causas e que, sim, há tratamento contra este mal.

Também conhecida como lepra, por alguns, a Hanseníase é um doença infecciosa que atinge a pele e os nervos, causando manchas avermelhadas ou brancas, caroços e placas, perda de sensibilidade, fisgadas, dormências nas extremidades, formigamento e dores nos nervos do braço, pernas e pés.

É causada pela bactéria Mycobactrrium Leprae, que é transmitida de pessoa para pessoa por meio do ar (eliminação de germes por parte do portador e inalação do outro indivíduo) e contato direto (é necessário ser um contato prolongado). A maioria das pessoas, entretanto, acaba não manifestando a doença e a elimina por meio de suas defesas imunológicas.

Pele: aliada na descoberta de doenças e disfunções

Pele: aliada na descoberta de doenças e disfunções

Hoje, o blog da Clinipam fala sobre o maior órgão do nosso corpo, a pele. É nela que muitos sinais de doenças e disfunções aparecem, seja em forma de irritações, saliências, ou mudança de textura. Isso não significa que qualquer alteração deve ser sinal de desespero, mas uma visita ao dermatologista é sempre importante e recomendado, assim, ele pode avaliar corretamente o caso e passar o diagnóstico.

De acordo com a dermatologista da Universidade Federal de São Paulo, Marcia Pureli, são as glândulas, terminações nervosas, vasos sanguíneos e outras estruturas da membrana que causam as mudanças de aparência ou textura da pele. “As informações dos órgãos são trazidas para a pele por meio do sangue que circula nos vasos presentes na derme”. E é por isso que a cútis consegue sinalizar determinados males.