Protetor no Inverno

Por mais que alguns não acreditem, os raios UV também aparecem durante os climas frios do ano, quando o sol resolve se esconder, especialmente aqui em Curitiba e Região Metropolitana!

Durante o verão os raios UVB (responsáveis pela sensação de ardência e vermelhidão) são mais comuns devido ao efeito ser rapidamente perceptível. Porém, durante o inverno os raios UVA continuam incidindo com a mesma intensidade em nossas peles. A diferença é que o seu efeito é cumulativo e atinge as camadas mais profundas da pele, fazendo com que suas consequências demorem mais para aparecerem. Isso pode ser evitado se o protetor solar for utilizado com mais frequência.

Umas das consequências dos raios UVA em nossa pele são: aparecimento de rugas, manchas, flacidez, envelhecimento precoce e predisposição à alergias e surgimento do câncer de pele.

Para o dia a dia produtos com o FPS 30 são suficientes para proteger, segundo a dermatologista Danielle Aguiar em entrevista para o Beleza Extraordinária.

Além disso, as fórmulas cremosas dos filtros solares são ótimas para hidratação, visto que no frio o ressecamento da pele é bastante comum.

É válido lembrar que apesar do sol trazer grandes benefícios para a saúde, ele precisa ser aproveitado com moderação e cuidado para que problemas futuros não aconteçam. Os produtos modernos, além de protegerem nossa pele de radiações nocivas, deixam infiltrar os raios responsáveis por um bronzeado bonito e uma pele mais saudável.

Entenda a diferença:
Raios UVA (atingem a camada subcutânea): penetram nas camadas mais profundas da pele sem deixar marcas, causando envelhecimento precoce e o melanoma, um tipo agressivo de câncer.

Raios UVB (atingem a derme): provocam a vermelhidão e as queimaduras solares. Além disso, estão diretamente relacionados ao câncer de pele não melanoma, o mais comum dos tumores nesse tecido.

Cuidados com a pele no verão

Cuidados com a pele no verão

Verão é sinônimo de praia, piscina, corridinha no parque e muita exposição ao sol. Por conta disso, os cuidados com a pele devem ser redobrados. Não é nada bom receber raios ultravioletas direto na pele, sem proteção alguma. Além de causar envelhecimento e manchas, isso é um prato cheio para o desenvolvimento de câncer de pele.

O principal cuidado com a pele no verão começa na farmácia, com a escolha do protetor solar. O ideal é comprar produtos com FPS (fator de proteção solar) 30 ou superior. Enquanto protetores com FPS 30 filtram 96,7% da radiação solar, os com FPS maior, como os de 50, por exemplo, filtram 97,8%. “O protetor com o FPS mais alto possui uma permanência maior na pele, devido a uma fórmula mais estável, a chamada fotoestabilidade”, diz a dermatologista Graça Silveira.

Como evitar o câncer de pele

clinipam-plano-de-saude-cancer-de-pele
De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele é o que mais apresenta incidência de casos em todo o mundo. Geralmente, ele é causado pela exposição excessiva ao sol e pela ação dos raios UBV e UVA. E, diferente do que muitos pensam, pode surgir em pessoas de todos os tipos de pele, apesar de ainda ser mais frequente em indivíduos de fototipo I e II (pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros).

É preciso passar filtro solar todo dia

Usar corretamente evita manchas e acne
Costumamos usá-lo em praias e piscinas, porém esquecemos de levá-lo conosco durante o dia a dia. Algumas vezes, por causa da rotina corrida e da falta de tempo. Outras, porque pensamos que ele não fará tanta diferença assim. Mas a verdade é que o protetor solar é indispensável. E nós lhe explicaremos os motivos.

Primeiramente, saiba que o protetor solar não deve ser usado apenas no rosto, mas em todas as partes expostas do corpo. E, ao contrário do que muitos pensam, ele também dever ser aplicado em dias de inverno, uma vez que os raios ainda estão lá nos dias frios, mas em menor intensidade.

O protetor solar é um aliado imprescindível para a saúde da nossa pele. Além de evitar manchas e marcas causadas pela ação do sol, ele a mantém bonita, jovem e saudável. Ele combate a ação dos raios ultravioleta (UVA e UVB), que são os grandes responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele e também pelos casos de câncer de pele.

Para criar o hábito de se proteger, portanto, tenha filtro solar na bolsa, no trabalho ou no carro e aplique-o generosamente. O ideal é o equivalente a uma colher de sopa para cada pequena região do corpo. E, na hora da compra, leia o rótulo. Não se esqueça de comprar aquele que protege tanto dos raios UVB (promovem vermelhidão, ardor, queimadura e câncer de pele) como dos UVA (envelhecimento precoce e câncer).

Cuidados com piercings e tatuagens

clinipam-plano-de-saude-cuidados-tatuagem-piercing
Eles podem representar determinados estilos, personalidades, memórias e ideologias, como também podem estar apenas relacionados à estética ou a motivos pessoais. Independentemente do que for, é notório o espaço que as tatuagens e piercings ganharam e continuam ganhando, principalmente entre os jovens. Porém, nem todos estão conscientes dos cuidados que essa escolha deve envolver. Por isso, separamos algumas dicas para você cuidar da sua tatuagem (s) ou piercing (s).