Como se prevenir de um infarto

clinipam-plano-de-saude-infarto
O infarto ocorre quando o fluxo de sangue no coração é bloqueado causando dano ou até matando parte do músculo em questão. De acordo com o Ministério da Saúde, 65% das mortes causadas por este mal acontecem depois da primeira hora que os sintomas aparecem, e 80% ocorrem em até 24 horas.

No entanto, a temida condição pode ser evitada com algumas dicas. E lhes daremos cinco delas no post de hoje. Portanto:

Conheça algumas síndromes curiosas

clinipam-plano-de-saude-sindromes-curiosas
Elas são pouco comentadas por aí. Aliás, algumas delas nem parecem verdade e, por isso, são ignoradas ou encaradas como piadas. Porém, as síndromes curiosas são pura realidade. Uma realidade que poucos enfrentam, é verdade, mas elas estão lá. E conhecer um pouco mais sobre algumas delas nos ajuda a compreender e avaliar tais condições de forma mais crítica e séria. Portanto, separamos algumas delas para você. Olha só!

Entenda o que é bulimia

clinipam-plano-de-saude-bulimia
A bulimia é uma doença que consiste na ingestão exagerada de alimentos (episódios bulímicos) seguida de métodos compensatórios para que o indivíduo perca o que comeu. Tais métodos podem variar entre vômitos, uso de laxantes ou diuréticos e exercícios físicos em excesso.

A pessoa bulímica sente falta de controle devido aos episódios regulares em que consome alimentos demais. Para ela, perder peso ou, simplesmente, não engordar se tornam obsessões que, muitas vezes, são tão escondidas que familiares e médicos não conseguem perceber.

Dia do Combate e Prevenção à hipertensão

clinipam-plano-de-saude-hipertensao
A hipertensão é uma das doenças mais traiçoeiras que existem, uma vez que não possui sintomas claros que a revelem. Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, 30 milhões de pessoas sofrem com este mal no país. E, amanhã, Dia do Combate e Prevenção à hipertensão, nos lembramos da importância de manter-nos informados e, consequentemente, um passo a frente da doença.

A condição caracteriza-se pelo aumento dos níveis de pressão sanguínea nas artérias. Por isso, também é conhecida como pressão alta. Afeta, geralmente, o bom funcionamento dos órgãos e, se não cuidada, pode ocasionar um acidente vascular cerebral (AVC) ou um infarto do miocárdio.

Dia Mundial do Hemofílico

clinipam-plano-de-saude-dia-mundial-hemofilico
Em homenagem ao fundador da Federação Mundial da Hemofilia, Frank Schnabel, que nasceu no dia 17 de abril, o Dia Mundial do Hemofílico é celebrado hoje. A data serve como alerta acerca de tudo o que envolve a doença, desde os sintomas até as consequências. E, para te deixar por dentro, nós lhe explicaremos um pouco mais sobre a condição no post de hoje.

A hemofilia caracteriza-se por meio de uma desordem (distúrbio) na coagulação do sangue, que causa sangramento excessivo quando o indivíduo que tem a doença se machuca. É uma condição genético-hereditária e esmagadoramente encontrada nos homens. As mulheres, no entanto, também podem ser portadoras da anomalia que, todavia, se manifestará apenas nos filhos do sexo masculino que elas venham a ter.

Como tratar a síndrome do pânico

clinipam-plano-de-saude-sindrome-panico
Medo. Desespero. Insegurança. Esses são apenas alguns dos sintomas com as quais uma pessoa que sofre de síndrome do pânico precisa lidar em meio a uma crise. Além disso, o indivíduo também sente o ar desaparecer, o coração acelerar e um mal-estar generalizado que se espalha pelo corpo, criando uma sensação agoniante de que a pessoa pode morrer a qualquer momento.

Saiba o que é transtorno bipolar

clinipam-plano-de-saude-transtorno-bipolar
Os transtornos bipolares são doenças psiquiátricas caracterizadas pelas mudanças drásticas de humor, variando entre ápices de bom humor e irritação, felicidade (mania) e depressão. De acordo com a Associação Brasileira de Transtorno Bipolar (ABTB), 4% da população adulta sofre com esse mal. No Brasil, a doença atinge 6 milhões de pessoas.

Tais oscilações provocadas pela condição podem ocorrer de forma rápida, porém, não duram muito, explica a presidente da ABTB, Ângela Scippa, em entrevista ao Bem-estar. Segundo ela, os quadros depressivos duram por volta de 15 dias, as manias estendem-se por cerca de uma semana e a hipomania (euforia leve) dura, mais ou menos, quatro dias.

Doença de Parkinson: como se desenvolve? (Dia Nacional do Parkinsoniano)

clinipam-plano-de-saude-doenca-parkinson
Ainda sem causa atestada, a doença de Parkinson (ou mal de Parkinson) é uma condição neurológica que afeta o sistema nervoso central, causando tremores, dificuldades de locomoção e coordenação.

A doença geralmente aparece no indivíduo a partir dos 55 anos, e se intensifica por volta dos 70. Porém, ele também pode, mais raramente, surgir em adultos jovens. Neste último caso, as causas, geralmente, estão ligadas à hereditariedade.

Saiba o que é o autismo (Dia da Conscientização do Autismo)

clinipam-plano-de-saude-autismo
Autismo é o termo utilizado para definir um grupo de transtornos de desenvolvimento. São eles: dificuldade para se relacionar socialmente, mau domínio da linguagem para comunicação e comportamento restritivo e isolado. Isso acontece porque a condição afeta o desenvolvimento do cérebro e sua capacidade em relação às habilidades sociais e comunicativas.

Tais transtornos são chamados de Transtornos do Espectro Autista (TEA) e compreendem outras duas condições além do autismo: a síndrome de Asperger e o transtorno global de desenvolvimento. No primeiro caso, há todas as características do autismo, porém, ocorre o desenvolvimento normal da linguagem. No segundo cenário, ainda não há especificações.

Saiba o que é e como se caracteriza a menopausa

clinipam-plano-de-saude-menopausa
Sem delongas, a menopausa nada mais é do que a última menstruação de uma mulher. Ocorre durante um período denominado climatério, que caracteriza a transição da fase reprodutiva para a fase pós-menopausa. Tal transição se inicia por volta dos 40 anos de idade, quando a mulher começa a apresentar ciclos menstruais irregulares até que eles acabem definitivamente, por volta dos 50 anos, geralmente.

E é fato: todas as mulheres chegarão à menopausa. Isso porque, embora algumas demonstrem mais os sinais e os sintomas desta fase do que outras, a insuficiência ovarina — que é seguida da escassez dos folículos que formam o patrimônio genético feminino e, consequentemente, das diminuições dos níveis hormonais — é inevitável.